Projeto Sem Fronteiras - 2017

É com muita alegria que damos aqui as primeiras notícias do trabalho missionário para o qual fomos enviados ao Amazonas.
Todos estão bem, experimentando vigor em cada trabalho. Tivemos algumas pequenas dificuldades na saúde de alguns, possivelmente em razão da mudança climática, visto que aqui é bastante quente. Mas continuamos firmes naquilo que foi planejado e temos testemunhado, a cada dia, o grande amor de Deus pelas pessoas que têm sido alcançadas.
Hoje estamos encerrando a primeira semana de trabalho.
Amanhã cedo, segunda-feira, nossa equipe deixará Iranduba e a outra a comunidade ribeirinha de Tuiué. Nos reuniremos em Manacapuru onde nos concentraremos nessa última semana, a qual será bem intensa de atividades. Nesse mesmo dia retornarão para Goiânia, como previsto, nossos irmãos João e Leulair.
Centenas de pessoas tiveram a oportunidade de ouvir o Evangelho, dentre elas inúmeras crianças que têm sido um "terreno fértil".
Oferecemos palestras sobre diabetes e testes de glicemia gratuitamente para diversas pessoas.
Todos dias temos feito devocionais com base em 1 Tessalonicenses e nos edificado mutualmente, como equipe.
Louvamos a Deus por este tempo de semeadura e oramos para que colha os frutos que dignifiquem Seu Filho.
Pedimos por suas orações contínuas a favor dessa missão que envolve todos nós.
Em breve daremos novas notícias.

Na alegria do Senhor,
Rev. Ericson Martins

Vídeo em Destaque

Logomarca

O conceito atribuído ao nome “Sem Fronteiras” refere-se à consciência de que a tarefa missionária não está condicionada por barreiras geográficas ou políticas, pelas seguintes razões:
  • a) A necessidade de salvação por Jesus Cristo é uma necessidade presente em todas as etnias da terra, independente de culturas, condições políticas, econômicas, sociais ou geográficas.
  • b) O sofrimento humano é uma realidade universal. Porém, a graça da salvação alcança todos aqueles a quem Deus pretendeu redimir, estando eles em quaisquer circunstâncias históricas.
  • c) Elimina o equívoco de pensar que “missões” se faz somente “lá” e não “aqui”, ou o inverso disso. A obra missionária é uma tarefa que exige ação proposital de evangelização e ensino, independente do local geográfico.
  • d) Contempla a possibilidade de crescimento ministerial, permitindo que se use o mesmo nome para iniciativas em outros países, ou mesmo no Brasil, aglutinando ações e simplificando a compreensão a cerca do envolvimento prático e unilateral da igreja local.
  • e) Por não promover a identidade de uma igreja local, aproxima investidores, voluntários de outras igrejas presbiterianas do âmbito nacional, e também voluntários oriundos de outras Denominações Evangélicas no Brasil e exterior, permitindo a integração da Igreja na ação missionária.
;