Boletins Semanais

  • 9 de Setembro de 2108

    CARTA ÀS AUTORIDADES

    Vossa Excelência, O Brasil celebra seus 196 anos de independência! Somos gratos a Deus pela nossa Pátria, tão vasta, tão rica, tão hospitaleira. Nossa terra é fértil. Nossos recursos hídricos e minerais são abundantes. Nossas matas são o “pulmão do mundo”. Neste canteiro fértil de liberdade, criamos nossa família, construímos nossos sonhos e trabalhamos para o progresso de nosso povo. Temos sobejos motivos de gratidão, pelas mãos laboriosas que nos antecederam e temos robustos desafios para vencermos as gigantescas dificuldades do presente...

    Boletim completo
  • 23 de Setembro de 2018

    EU QUERO SER EU!

    Outro dia, no Shopping, vi um rapaz com o cabelo e a barba completamente verdes. Não me lembro de ter visto uma barba verde antes. Numa outra ocasião, eu estava num jogo de futebol. Lá pelas tantas, comecei a ouvir um burburinho na multidão. A razão era um casal que estava passsando: a moça era bem alta, e o moço bem mais baixo que ela!...

    Boletim completo
  • 16 de Setembro de 2018

    EU CREIO! AJUDA-ME NA MINHA FALTA DE FÉ!

    A desesperança tem sido um dos grandes males dos nossos tempos e talvez você se encontre assim, desanimado em diferentes aspectos da sua vida, sejam eles pessoais, familiares, eclesiásticos, sociais ou até mesmo desanimado com Deus. A falta de esperança pode advir de uma profunda decepção com familiares próximos, com amigos íntimos, com líderes ou com a igreja...

    Boletim completo
  • 2 de Setembro de 2018

    NOSSA DUPLA CIDADANIA

    Estamos vivenciando mais um período eleitoral. Para muitos, um tempo de incertezas. Importantes cargos dos poderes legislativo e executivo estão em disputa. Apesar de haver um forte sentimento de desesperança em toda a população brasileira, os candidatos seguem na tentativa de persuadir os eleitores por meio de seus discursos e promessas. Muitos cristãos sentem-se confusos e não sabem como agir nesse contexto...

    Boletim completo
  • 26 de Agosto de 2018

    A NEGLIGÊNCIA CRISTÃ AO DIA DO SENHOR

    Guardar o Dia do Senhor é mal interpretado por muitos, por causa da associação com a doutrina adventista. Por disso, também, podemos nos omitir de tal dever e, de acordo com a Bíblia, negligenciar esse preceito é um pecado que deve ser abandonado...

    Boletim completo
  • 19 de Agosto de 2018

    A GRANDE COMISSÃO

    No último dia 12 comemoramos 159 anos da chegada do primeiro missionário presbiteriano ao Brasil, de cujo trabalho em nossa terra resultou a IPB e o pioneirismo que abriu caminho para o Evangelho no vasto interior do Brasil...

    Boletim completo
  • 12 de Agosto de 2018

    MISSÃO: O DEUS QUE CHAMA

    Deus se comunica e nos chama à vida e à missão. O encontro de Deus com Moisés é um diálogo: a fala é mais de Deus, Moisés se interessava em observar a sarça e não o Deus que fala. Sua atenção muda quando Deus o chama pelo nome, marcando o início desse encontro: Deus chamando-nos pelo nome é um dos fatos mais tranquilizadores da Bíblia! Ainda mantendo reservas, Moisés se abre à palavra de Deus. Antes queria libertar Israel, mas sua própria escravidão o incomodava: ele era a resposta de Deus às suas orações no deserto; Deus agiria, mas ele já não queria ser seu instrumento. Moisés se rende ao chamado de Deus, não sem antes reconhece-lo como santo e reconhecer-se como necessitado diante do Deus santo: não deveria aproximar-se mais e, sim, descalçar-se, pois ali era terra santa. Deus se mostra santo, pois estava presente, falando e vocacionando. As chamas que não consumiam tornaram-se no “emblema manifesto da sua santidade”: “eu sou o Deus do seu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, o Deus de Jacó”. Mesmo em Midiã, ele se revela como o Deus dos seus antepassados em Canaã e de seu pai no Egito.

    Boletim completo
  • 5 de Agosto de 2018

    HOJE, DEIXEI DE LER MINHA BÍBLIA

    Após a minha conversão em 1977 passei a dedicar diariamente horas para a leitura da Bíblia e oração. Eu tinha um diário onde anotava as minhas experiências espirituais todos os dias. Durante alguns anos registrei nesse diário as minhas histórias de fracasso, vitórias, frustrações e descobertas como cristão. Uma das lições que aprendi cedo, e que ficou registrada no diário, foi que quando eu parava de ler a Bíblia, meditar nela e orar a Deus, o pecado remanescente em meu coração ganhava poder sobre minha vontade e sobre minhas decisões. Vez após vez escrevi sobre esse fato. Não poucas vezes registrei a frase que é o título dessa mensagem. Quanto mais tempo eu passava sem ler a Bíblia e orar, mais difícil era retomar a prática diária e mais endurecido meu coração ficava. Aquela mentalidade espiritual tão necessária se perdia aos poucos. Eu perdia o poder espiritual necessário para a santificação. Por outro lado, quando eu mantinha regularmente a disciplina da oração e leitura bíblica, o deleite em Deus e a compreensão do mundo a partir das Escrituras cresciam exponencialmente.

    Boletim completo
  • 29 de Julho de 2018

    FAZENDO UM NOME PARA SI

    O capítulo 11 de Gênesis narra a história dos descendentes de Noé, os quais resolveram construir uma cidade vertical, com o objetivo de não serem dispersos. Nesta época, todos os habitantes da Terra falavam uma única linguagem. Mas resolveram contrariar a ordem de Deus de encher a terra (Gn 1.28) e preferiram se unir em torno de um projeto que consideravam mais glorioso.

    Boletim completo
  • 22 de Julho de 2018

    PRIORIDADES E VALORES

    “... Mestre, que farei eu de bom, para alcançar a vida eterna?” Mateus 19.16 A Escritura registra a história de um homem rico que é identificado como um jovem (Mt 19.20). Esta é uma das poucas histórias de uma pessoa jovem na Bíblia, o qual era um administrador que procurou a Jesus para perguntar sobre o que ele poderia fazer para receber a vida eterna (Mt 19.16). Provavelmente ele veio de uma família rica, porque já era “dono de muitas propriedades” (Mt 19.22), apesar da pouca idade. Jesus responde através de duas perguntas para conduzi-lo a compreensão do seu próprio coração. A primeira foi: “Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos.” (Mt 19.17b). O jovem disse: “Tudo isso tenho observado; que me falta ainda?” Esta resposta do rapaz aponta para uma vida de rigor religioso, contudo também mostra a ignorância quanto à incapacidade de cumprir plenamente as normas da lei (Rm 3.19-20).

    Boletim completo

Vídeo em Destaque

;